Feeds:
Artigos
Comentários

Éramos loucos! Passávamos noites em claro, agitados não sei bem com quê! Ansiando o murmúrio do rio… Era como uma existência alternativa. Nos momentos livres da vida pensávamos sempre no mesmo: numa cauda vivaz a sacudir a corrente, num vulto que emergia da sombra para tomar uma ninfa fraudulenta, ou naquela manhã de Julho em que subiam de todo o lado com uma voracidade incrível.

IMG_20190302_165236

Cada captura era uma dádiva que contemplávamos com a maior admiração. Lançávamos para a cabeça do poço, com a linha frouxa para deixar afundar, e ao primeiro sinal de tensão alinhávamos o indicador com a corrente e seguíamos o caminho desenhado à superfície com a máxima concentração. Com a linha entalada entre o dedo e a cortiça, aprendíamos a sentir o leito rochoso do rio, atentos a todos os sinais. Quando o indicador se detia cravávamos com convicção. Às vezes cana tremia e a sensação era indescritível… Parecia magia!

Éramos obcecados! O defeso não nos conseguia afastar do rio. Percorríamos as margens em busca de sinais e observávamos. Tentávamos compreender onde se colocavam, como se comportavam e movimentavam. Tombávamos pedras para perceber o que vivia por baixo e esgotávamos a vista atando todo o tipo de tralha a um anzol minúsculo para as enganar.

Havia poucas, mas de quando em quando, a persistência compensava dias contíguos de quilómetros percorridos em desilusão. Líamos, observávamos, perguntávamos, repetíamos e aprendíamos. Fomos ganhando o direito à sorte, e quando a fortuna estava connosco tentávamos tratá-las bem. Usávamos anzóis sem farpa, pegávamos-lhes com todo o cuidado e devolvíamo-las à sua rotina.

Os rios sofriam cada vez mais. Dizimados e abandonados, alguns cursos resistiam e regeneravam-se, num fenómeno que alimentava a ilusão de resiliência eterna. Queixávamo-nos dos incêndios, do clima desregulado, das descargas poluentes, dos pesticidas que ensopam os pomares, do cormorāo, dos furtivos sem consideração, dos carrascos de cana na mão…

Mas nem toda a história se resume a culpa alheia! Enquanto os rios nacionais agonizavam, não tivemos coragem para seguir os exemplos que chegavam do país vizinho. Não ousámos colaborar com os que remavam contra a corrente. Não denunciámos. Não sensibilizámos. Não usámos boas práticas para libertação do peixe, nem abdicámos da longa foto que lhe causava danos irremediáveis. Desfizémo-nos em lamúrias sobre todo o tipo de entraves à pesca e à saúde dos rios. Redundámos em lamentações, ignorando que toda a atrocidade é aceite como normal quando noticiada até à exaustão. Tomámos um rio inerte por mais um dia de azar, e não percebemos que a nossa segunda vida estava por um fio. Inertes, ingénuos e cobardes, assistimos à destruição dos últimos redutos, e do sonho de viver empunhando uma cana de pluma.

Se ainda tens onde pescar… Se ainda és bafejado pela sorte de vez em quando, contempla a dádiva, protege, e tenta tratá-las bem!

Anúncios

Quando pescas sozinho é mais difícil aprender. És o teu próprio mentor. Ainda que saibas como se faz, és negligente e não aplicas o saber. Não sabes fazer.

Continuar a ler »

Regresso ao paraíso

A história repete-se. As ânsias da abertura toldam o sono. Novas montagens, novas técnicas, novas ideias, martelam a mente numa espiral de ansiedade que tolda o sono na noite que antecede a abertura. O problema agrava-se quando se vê entrar Março sem oportunidade de pisar o rio.

Continuar a ler »

Quando o rio é generoso…

O pescador de alma não dorme. Segue o trilho do javali ao romper da manhã, desbravando giestal e silvado, de coração palpitante, na modesta esperança que o rio seja generoso.

IMG_20160702_082100 Continuar a ler »

Quem pesca em terrenos acidentados, com material barato, de certo já descobriu que as botas e vadeadores acabam sempre por sucumbir à implacável abrasão das rochas e dos arbustos.

DSC_1090

As reparações são relativamente fáceis mais, mas uma embalagem de Aquasure ronda os 10 euros, traz pouquíssima quantidade, e aguenta muito pouco tempo em plenas condições depois de aberta. Alegadamente, o armazenamento no congelador prolonga o período de secagem, mas empreender grandes reparações (de costuras por exemplo) com Aquasure ou outro tipo de material especializado sempre me pareceu pouco viável.

Continuar a ler »

Pescar contra o temporal

Não está fácil! O frio e o volume de água que escorre pelas encostas abaixo não têm proporcionado grandes condições para a pesca.

12718104_219451028414376_3197890099029039539_n

Continuar a ler »

Melhor abertura de sempre

Chegou o dia! Era ainda madrugada quando apertei a mão ao Cláudio Saraiva. O rio ia alto, e a corrente estalava suavemente à medida que caminhávamos rio acima. A neblina erguia-se com a manhã, enquanto nos enregelava as extremidades do corpo. Tudo gritava “abertura”!

DSCF0005

Continuar a ler »

Fontinalis Rising

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Pesca a Mosca, El-Barbo.es

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

conmosca.com

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Fly Fish Food -- Fly Tying and Fly Fishing

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Apuntes de pesca con mosca

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Pluma PUNK!

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

The One Fly

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Small Fly Funk

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

This River is Wild

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Pasión por la Pesca a Mosca

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Cul de Canard - Fly Fishing Blog

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

thefeatherbender

The aim of this blog is to connect fly-tyers all over the world, to share, techniques, patterns, information and knowledge.

Fly Tying Nation

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

El blog de Manuel Pacheco

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

The way of the /:Fly:/

Fly fishing, fly tying and maybe an ale?

Pesca a Mosca Galicia

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

A pelo y pluma-- Flyfishing blog

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Dressing Italiano

Costruire mosche per la pesca

Paul Procter Fly Fishing

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

North Country Angler

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

River Fly Box

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Barbos con mosca

Pesca à pluma | Captura e solta | Preservação do património natural

Truttablog

Waters & words